banner
mensagem
Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas ...
Que já têm a forma do nosso corpo ...
E esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares ...

É o tempo da travessia ...
E se não ousarmos fazê-la ...
Teremos ficado ... Para sempre ...
À margem de nós mesmos...
Fernando Pessoa
jovens, solidariedade e missão
“O tempo não tem medida quando a medida inteira é o amor.”
Maria Teresa Pinho, in Rostos

O tipo de vida das sociedades modernas, sobretudo nos grandes centros, é caracterizado pelo frenesim que diariamente nos tolhe e limita o tempo e o gosto pelo estudo, pela arte, pela cultura, pela solidariedade e pelas atividades sociais e cívicas.

As valorações afetivas são deturpadas permanentemente e facilmente se cai na contradição e na antítese. Precisamos de estar atentos, vigilantes a tudo e a todos os que nos rodeiam.

A facilidade com que muitas vezes se concretizam objetivos, a rapidez com que na sociedade atual se alcança a notoriedade oca de sentido e o aparente bem-estar, levam a que tudo seja tido como fácil e simples. Num ápice caímos na ideia de que o que interessa, o que nos motiva e atrai pode ser atingido sem esforço e sem trabalho e os sentimentos, que são valores que só com tempo, maturação e vivência têm conteúdo, também são entendidos por alguns jovens, futuros homens do amanhã com uma volubilidade e alguma irreflexão.

A criação da compreensão e o entendimento entre os povos, a construção de uma sociedade equilibrada em todas as suas vertentes, a Fé, a prática de princípios éticos na vida pública, a necessidade e exigência da participação ativa na comunidade com vista ao seu progresso cívico, cultural, social e moral, o reforço dos sentimentos da amizade e do respeito pelo próximo, o estímulo da eficiência e do rigor ético, o aprofundar e cultivar a Fé, são valores que urgem às sociedades modernas.

Tudo começa com o conceito de valor, valores humanos que são indispensáveis para um bom desenvolvimento de uma sociedade, são fundamentos da nossa vida interior, do nosso comportamento e das nossas ações.

Hoje é mais fácil dizer que devemos “resgatar” valores, do que lutarmos diariamente por preservá-los e solidificá-los, porque alguns valores já não “estão na moda” e vão caindo em esquecimento.

Valores que podem ser crenças...

Veja (aqui) o texto integral de Isabel Amoroso Lopes

Slideshow 01 Slideshow 02 Slideshow 03 Slideshow 04 Slideshow 05 Slideshow 06 Slideshow 07 Slideshow 08 Slideshow 09 Slideshow 10 Slideshow 11 Slideshow 12 Slideshow 13 Slideshow 14 Slideshow 15 Slideshow 16 Slideshow 17 Slideshow 18 Slideshow 19 Slideshow 20 Slideshow 21 Slideshow 22 Slideshow 23 Slideshow 24 Slideshow 25 Slideshow 26 Slideshow 27 Slideshow 28 Slideshow 29 Slideshow 30 Slideshow 31 Slideshow 32 Slideshow 33 Slideshow 34 Slideshow 35 Slideshow 36 Slideshow 37 Slideshow 38 Slideshow 39 Slideshow 40 Slideshow 41 Slideshow 42 Slideshow 43 Slideshow 44 Slideshow 45 Slideshow 46 Slideshow 47 Slideshow 48 Slideshow 49 Slideshow 50 Slideshow 51 Slideshow 52 Slideshow 53 Slideshow 54 Slideshow 55

The Eyes of Children around the World


É o AMOR.
Sem sombra de dúvida o AMOR é o nosso alimento.
O AMOR é como um saco que tem tanto de incomensurável como de leve, onde cabem todos os valores que nos guiam nesta nossa Missão.
Este é o sentido da vida, o AMOR, a bagagem à qual, nesta caminhada, vamos acrescentando porções de partilha, de amizade, de alegria, de perdão, de vigor, de laços, de sorrisos, de lágrimas, de esperança, de ternura, de sofrimento, de perseverança, de saudades, de companheirismo, de entrega, de sementes, de gratidão, de Solidariedade…
O saco do AMOR, tão leve e tão cheio de valores, é naturalmente transportado com o vigor próprio de Jovens entusiastas que caminham na sua Missão de coração aberto, de mãos dadas e de braços Solidários.
O AMOR é o que somos e o que praticamos.
A APCRSI abre os braços ao crescimento e à formação desta rede do AMOR.

Manuela Gonçalves Pareira

Como pais/educadores acreditamos que a construção do futuro está na família e temos como missão dar aos nossos jovens razões e exemplos de vida, de solidariedade, de respeito e de esperança num mundo melhor.
Élia Peixoto


Amem os pobres e sobretudo as crianças.
Ana Maria Javouhey, Carta 9
ajuda.a.ajudar
Depois do sucesso da recolha de tampinhas no ano lectivo transacto (entrega de 130mil tampinhas aos pais de duas meninas com necessidades especiais), surge naturalmente a reedição da campanha "ajuda.a.ajudar", depois de termos observado, que a comunidade escolar continua a acrescentar o “S” de Solidariedade, aos 3R (Reduzir, Reciclar, Reutilizar).

O objectivo deste ano é audaz! Visa aumentar o tamanho deste “S”, pelo que impõe a pergunta: “já pensou que com uma tampinha pode ajudar a colorir uma vida?”, sendo que a possibilidade de colorirmos uma vida é por esta via relembrada ao abrir um iogurte, um sumo ou uma garrafa de água.

Jovens, solidariedade e missão, um tema tão abrangente e inspirador num espaço impar e privilegiado onde pretendemos contribuir para uma melhor formação de todos os nosso educandos.

2 2 2 2 2 2 2
04set2014
0 unidades
05set2014
50 unidades
13set2014
75 unidades
20set2014
100 unidades
04out2014
125 unidades
11out2014
150 unidades
18out2014
175 unidades

registo na apcrsi
A Associação de Pais dos Alunos do Colégio da Rainha Santa Isabel, tem por finalidade promover o diálogo permanente entre os Pais e o Colégio com vista a uma maior conjugação de esforços no campo educacional.
Para conhecer os principais marcos da nossa actividade, registe-se (aqui).
facebook


Se pertence à comunidade educativa do CRSI, para aceder ao facebook da apcrsi basta fazer um pedido de amizade (aqui)

O termo voluntariado é utilizado para designar um conjunto de ações de interesse social e comunitário em que toda a atividade desempenhada reverte a favor do bem-comum. Nesse exercício de cidadania em benefício da comunidade, reverte para o indivíduo o potencial transformador que tais atitudes e comportamentos representam na sua valorização humana.

A Associação de Pais do Colégio da Rainha Santa Isabel tem por finalidade promover o diálogo permanente entre os Pais e o Colégio com vista a uma maior conjugação de esforços no campo educacional.

Site desenvolvido pela APCRSI e otimizado para Google Chrome, Mozilla Firefox e Safari